sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Pastor conta seu testemunho de luta contra a masturbação e pornografia

Pastor Massao 


Um dos preletores do Congresso de Adoradores, realizado na sede da Igreja Bola de Neve de São Paulo, no último sábado (10), foi o pastor Massao Suguihara.
Após um animado momento de louvor, Massao compartilhou com todos o seu testemunho. Durante anos ele lutou contra o pecado da pornografia e da masturbação.

De início, ele relembrou o que a Bíblia diz em Romanos 6:23, que o pecado traz a morte. "Precisamos ter mais temor. Quando foi a última vez que se arrependeu de um pecado?", indagou o pastor.

Massao contou que aos 12 anos entrou no vício de pornografia e masturbação quando foi com alguns amigos a uma casa de prostituição. Aos 17 anos ele se converteu ao evangelho, começou a participar dos ministérios na igreja, fez parte do grupo Vencedores por Cristo, casou-se, tornou-se pastor de jovens e mudou-se para Pompeia-SP, mas, quando vinha para São Paulo, caía no mesmo problema.

Nessa época, o pastor tinha um grupo de curso para casais e em uma das lições sobre sexualidade, ele foi tocado para trazer os pecados à luz, foi quando decidiu contar seu pecado para a esposa. A partir dali, Massao sempre foi incomodado pelo Espírito Santo dizendo "Se você tiver coragem para pecar, vai ter coragem para contar".

Como Saber Se Masturbação é pecado?

O pastor conta que ficou dois anos sem cair em tentação, mas, tempos depois, caiu de novo e se confessou na célula da igreja em que participava. Massao também conta que pecou novamente pouco antes de ministrar em um evento em Belo Horizonte, foi incomodado pela voz do Espírito Santo e, mais uma vez se confessou, dessa vez para Asaph Borba, Kleber Lucas e outras pessoas que também participavam do evento.

Com base no que ensina a Bíblia em I João 1:7, Massao Suguihara disse que os jovens devem "andar na luz, não ter nada a esconder e confessar os pecados (...) nunca vi geração tão tentada como esta."

"Muita gente na Igreja está passando por essa luta solitária. Queria que hoje você não tivesse medo", disse o pastor, lançando um desafio para que os jovens confessem a Deus o seu pecado e sua luta. "Deus te ama e Ele sabe do teu problema", completou.


sexta-feira, 2 de setembro de 2011

A adoração e a formação espiritual

               


                Que a paz do Senhor seja contigo amigo leitor.
                Este mês quero entrar com você mais profundamente no tema adoração e vida espiritual. Você sabia que a adoração desempenha um papel muito importante na nossa formação espiritual? Isso mesmo. O crescimento espiritual é tema de destaque em toda a Bíblia Sagrada, principalmente nas falas de Jesus Cristo.
               A idéia de aceitarmos Cristo sem sermos transformados é totalmente contra a Bíblia. Isso me faz entrar no assunto “formação espiritual”. Lembra-se do profeta Isaías? Voz de Deus em seu tempo. Em um belo dia, seus olhos espirituais foram abertos e ele viu o Senhor assentado em seu alto e sublime trono (Is 6.2). Neste momento ele disse: “Ai de mim! Pois estou perdido; porque sou um homem de lábios impuros, e habito no meio de um povo de impuros lábios; os meus olhos viram o Rei, o SENHOR dos Exércitos.” Ele encontrou-se com o Senhor e reconheceu que era de “lábios impuros” (Is 6.5). Você pode perguntar: onde entra a transformação de vida, a formação espiritual? O texto de Is. 6.6-7 deixa isso bem claro para nós: “Porém um dos serafins voou para mim, trazendo na sua mão uma brasa viva, que tirara do altar com uma tenaz; E com a brasa tocou a minha boca, e disse: Eis que isto tocou os teus lábios; e a tua iniquidade foi tirada e expiado o teu pecado”. O contato de Isaías com um dos atributos específicos de Deus, a santidade, o fez reconhecer seu pecado, e Deus através de seu anjo purificou os lábios de Isaías, limpou seus pecados e o tornou apto para a missão de ser o “profeta messiânico”.
                    Como nos encontrarmos com Deus desta forma e sermos tocados também do mesmo jeito? Através da adoração. Ao entrarmos na intimidade com nosso Deus, nossos olhos são abertos e conseguimos ver o que não está dentro da vontade do Senhor e como nosso Deus é misericordioso, vem ao nosso encontro e faz assim como fez com nosso irmão Isaías, mas isso depende totalmente de você.  Lembre-mo-nos do texto que o apóstolo Paulo escreveu aos Romanos 12.1:“Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional”. Para darmos passos dentro do caminho da formação espiritual, temos que nos ofertar ao Senhor, sem nos basear ao padrão mundano que nos cerca. Paulo descreve essa adoração muito mais profunda que qualquer “música maravilhosamente entoada”. Em II Coríntios 3.18 está escrito assim: “Mas todos nos, com o rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor”. Você entende que quando vemos o Senhor, somos transformados na imagem dele? Não dá pra falar que é um adorador aquele que leva uma vida dentro dos preceitos pecaminosos deste mundo. Não dá pra falar que é adorador aquele que sai da igreja fazendo o que um mundano faz. A adoração é transformadora.  Ela tem a capacidade de nos transformar, imagem e semelhança daquilo que adoramos.
                Convido você a deixar a verdadeira adoração ao Senhor, nosso poderoso e eterno Deus, fluir abundantemente de sua vida.  Em espírito e em verdade, se lembra?  Você certamente verá o que vai acontecer.
                Ósculos e amplexos a todos e até a próxima, se o Senhor não vier buscar a sua igreja!