quarta-feira, 23 de março de 2011

Pastor preso por repreender filhas, passa a ter problemas mentais após viver em condições subumanas na prisão

 

O pastor Jeremias Albuquerque Rocha está preso há dez meses no Município de Carauari, no Amazonas, após ser condenado por crime de tortura em maio de 2010. Mas está sendo vítima de maus tratos e vivendo em condições subumanas na cadeia e no hospital segundo a família.
O pai de Jeremias, Raimundo Roberto Rocha, disse que até abril de 2010 seu filho era uma pessoa saudável e ativa como missionário no interior do Amazonas, mas uma vingança acabou condenando seu filho que hoje vive como doente mental.

Tudo começou no início de 2010, quando a filha de Jeremias foi a um posto de saúde em Carauari e quase foi abusada sexualmente por um agente de saúde. “Inconformado, Jeremias foi à delegacia e denunciou o agente, que é irmão de uma conselheira tutelar. Essa mulher, provavelmente, ficou irritada e revidou na mesma moeda com o meu filho,” conta o pai do missionário.
Ainda de acordo com Roberto, depois desse episódio, Jeremias bateu em suas filhas, gêmeas de oito anos, devido o mau comportamento das meninas em sala de aula. De alguma maneira essa conselheira ficou sabendo e denunciou o pastor para as autoridades.

“Ele foi preso por repreender as filhas e agora vive como um doente mental à base de calmantes,” diz o pai. A família de Jeremias denunciou o caso à Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil no Amazonas (OAB-AM).
Epitácio Almeida, presidente da Comissão da OAB-AM, esteve em Caruari no começo deste mês e caracterizou o caso de Jeremias como “lastimável”. O advogado relata que o missionário tem marcas de algemas nos punhos e nos tornozelos e que o rapaz de 26 anos foi obrigado a fazer necessidades fisiológicas algemado.

Epitácio diz que o pastor ficou algemado durante cinco meses e, nesse período, começou a apresentar quadros graves de transtornos mentais.
Três médicos do Hospital Geral de Carauari assinaram um laudo onde informam que Jeremias apresenta distúrbio psiquiátrico grave com depressão profunda, transtorno bipolar e intento suicida, e que deveria ser transferido para o Hospital Psiquiátrico Eduardo Ribeiro, em Manaus.
Porém o juiz da cidade, Jânio Tutomu Takeda, que há 18 anos reside no município, não permitiu a transferência.

Fonte: www.amigodecristo.com

sábado, 19 de março de 2011

Um ato decisivo de Adoração


Que a paz do Senhor Jesus Cristo seja abundante em seus corações. 
Vamos aprender um pouquinho mais através desta coluna esse mês. Sei que vocês devem ter aprendido muito nos retiros e encontros realizados neste período de carnaval, mas quando nós falamos da palavra do Senhor, sempre é bom saber um pouquinho mais. Este mês vamos tratar sobre a adoração individual. É importante saber que tudo o que fazemos, é potencialmente um ato de adoração ao Senhor. A Bíblia Sagrada nos ensina a “reconhecê-lo em todos os nosso caminhos” (Pv3.6), por isso, nossa maneira de viver é nossa maneira de louvar a Deus. Assim, como tratamos no mês de fevereiro, adoração é um estilo de vida. 
Outra passagem bíblica que quero usar é a de Colossenses 3.17 que diz: “E,quando fizerdes por palavras ou por obras, fazei tudo em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai”. Agora eu te pergunto: Como adorar ao Senhor coletivamente na nossa igreja, na nossa comunidade, nos nossos encontros de oração, se não temos uma vida de adoração? Reflita um pouquinho nessa pergunta. Sei que isso vai trazer a sua memória coisas que necessitam ser mudadas na sua vida. O Senhor nos ensina que devemos ter uma vida de devoção. Devotar-se é concentrar-se em um propósito ou objetivo específico. Se você parar para meditar nisso, você verá o quão lindo isso é. Uma vida de devoção a Cristo vai em busca de seu propósito - o Seu ser refletido em nós.  Não há como adorar ao Senhor se vivemos uma vida de pecado. 
Tratamos na edição passada que fomos chamados para adorar, se lembra? E se queremos adorar ao Senhor, temos que abrir mão das coisas que nos afastam Dele. O apóstolo Paulo em sua carta aos romanos escreveu pedindo que “apresentássemos o nosso corpo em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus”. O escritor William Barclay escreveu em um dos seus livros ao referir-se a esse texto (Rm 12.1) da seguinte forma: “Paulo quis dizer que cada um pegue seu corpo, pegue as tarefas que você tem que fazer no seu dia, pegue o seu trabalho comum na loja, no escritório, na fábrica e ofereça tudo isso a Deus. A verdadeira adoração é a oferta da vida diária a Deus”. 
É impossível também falar sobre entregar-se totalmente a Deus e não tratarmos sobre o pecado. Ainda em Romanos aprendemos a “não permitir que o pecado nos domine, fazendo que eu e você venhamos obedecer a seus desejos” (Rm 6.12). Para termos uma vida de adoração, devemos nos afastar do pecado. É sua responsabilidade. O Senhor te dá o escape. 
 
É só obedecer. Deus não quer sacrifícios. Ele quer a sua obediência. A obediência é um ato de adoração. “Obedecer é melhor que sacrificar” (I Sm 15.22). É hora de eu e você enfrentarmos nossa responsabilidade pela santidade. Muitas vezes não alcançamos algo da parte de Deus por sermos desobedientes. Peça ao Senhor fortalecimento. Ele te atenderá. Em nenhum momento deixe de ser obediente. Obedeça ao Senhor no trânsito quando você levar uma “fechada” de um barbeiro, ao receber o troco errado no mercadinho de seu bairro, ao se encontrar com sua namorada ou namorado a sós, no trato ao seu cônjuge.  Obedeça ao Senhor nas suas ofertas e seus dízimos. Faça tudo como se você estivesse fazendo ao Senhor, pois você está. Deus está vasculhando a Terra em busca de adoradores verdadeiros. A palavra do Senhor diz que “os olhos do Senhor estão atentos sobre toda a terra para fortalecer aqueles que lhe dedicam totalmente o coração” (II Cr 16.9). Talvez o Senhor esteja te procurando e não está conseguindo te encontrar. Que hoje, possamos dizer “NÃO” ao pecado como um ato decisivo de adoração e tornando-se assim, um verdadeiro adorador individual. Você verá a diferença quando for adorar coletivamente. Seja um multiplicador desta palavra. Propague o que o Senhor deseja para cada um. Não se esqueça nunca das palavras do Rei Davi: “Todos os dias te bendirei e louvarei o teu nome para todo o sempre” (Sl 145.2).
Que Deus te abençoe e até a próxima !

terça-feira, 1 de março de 2011

Padre manda destruir igreja evangélica e causa polêmica


O Padre Herculano de Negreiros,Prefeito de São Raimundo Nonato (Piauí), está sendo acusado por moradores de mandar derrubar, mesmo sem autorização judicial, uma Igreja Evangélica regularizada. A idosa Maria Teresa Brito, proprietária do local onde funcionava a igreja, abalada, afirmou que diferente da desculpa usada para a destruição, a igreja não estava na rua. Ela possui a documentação registrada em cartório do local comprovando a legalidade. Os moradores estão indignados com a atitude do Padre Prefeito Herculano, ele deslocou um trator e a Polícia Militar ao local para destruir a igreja.

A Polícia Militar afirma que existe um decreto, n° 153/2001, que afirma que a Polícia Militar deve acompanhar os fiscais para demolições. O ofício expedido pelo Padre para a demolição da Igreja é o de n° 063. Segundo o Tenente da Polícia Militar, a proprietária havia recebido notificações sobre a demolição.Chorando muito, a idosa proprietária do terreno ficou abalada quando viu a igreja destruída. Sua casa, que fica ao lado da igreja, teve paredes rachadas devido a demolição feita pelo trator.


Fonte: Amigo De Cristo