quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Está com aquele barrigão e não aguenta mais aquela gordurinha? O bispo resolve


Você, irmã, está se achando gorda? Seu marido reclama que você só quer saber da geladeira ao invés da cama? Não sabe mais o que fazer?

Seus problemas acabaram! Vá até a Estética Espiritual com o Bispo Kiko. Corra porque as vagas são limitadas, e por vocês serem gordas, o local não vai comportar tanta gente!
.


É. Daqui a pouco, vão prometer a cura para a TPM, as varizes, a menopausa e para outras coisinhas que nenhuma mulher gosta. Tudo pretensamente em nome de Deus. Ou nem isso... Mas Evangelho que é bom, nada! Quanta inutilidade gospel!
Fonte: ASSEM-BEREIA DE DEUS

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Presbítero é assassinado por Jovens da Assembleia de Deus


Presbítero é Morto por Jovens da Assembleia de Deus que Discordaram de Sua Liderança, diz Polícia
Suspeitos seriam contra a nomeação de Airton Vargas para a coordenação do grupo de jovens
A morte de um presbítero da Assembleia de Deus de Rio das Antas, no Meio-Oeste Catarinense, na noite de domingo, pode estar ligada a desavenças religiosas.

Airton Vargas, de 44 anos, teria discutido com dois integrantes do grupo de jovens da igreja, que são os principais suspeitos de terem matado com uma facada o religioso.

Os suspeitos pela autoria do crime, Adelir Gonçalves e Elias Martins, ainda estão foragidos.

“O corpo já passou pela necropsia e o caso está na Delegacia de Rio das Antas”, explicou o delegado Arilton Zanelatto.

Segundo a polícia, a vítima teria sido nomeada coordenadora do grupo de jovens. E os dois suspeitos, que não aceitaram a decisão, teriam ido até a casa de Vargas para tirar satisfações. Por volta das 19h30min deste domingo, o trio iniciou a discussão e chegou a entrar em luta corporal.

A vítima acabou morta em frente à residência, no bairro Bela Vista, logo após a discussão. Um dos suspeitos teria desferido uma facada nas costas do presbítero. A arma do crime, uma faca artesanal cuja lâmina mede 30 centímetros, foi apreendida pela polícia.

O responsável pela delegacia de Rio das Antas, Cláudio Sanches, revela que um inquérito policial já foi instaurado para investigar o crime.

— Segundo informações prestadas pelas testemunhas em depoimento, o crime teria sido motivado por discussões religiosas.

Até o final de tarde desta segunda-feira, os dois suspeitos continuavam foragidos. Nesta terça, a polícia deve solicitar ao Judiciário um mandado de prisão preventiva da dupla, que deve responder por homicídio qualificado.

A morte de um presbítero da Assembleia de Deus de Rio das Antas, no Meio-Oeste Catarinense, na noite de domingo, pode estar ligada a desavenças religiosas.

Airton Vargas, de 44 anos, teria discutido com dois integrantes do grupo de jovens da igreja, que são os principais suspeitos de terem matado com uma facada o religioso.

Os suspeitos pela autoria do crime, Adelir Gonçalves e Elias Martins, ainda estão foragidos.

“O corpo já passou pela necropsia e o caso está na Delegacia de Rio das Antas”, explicou o delegado Arilton Zanelatto.

Segundo a polícia, a vítima teria sido nomeada coordenadora do grupo de jovens. E os dois suspeitos, que não aceitaram a decisão, teriam ido até a casa de Vargas para tirar satisfações. Por volta das 19h30min deste domingo, o trio iniciou a discussão e chegou a entrar em luta corporal.

A vítima acabou morta em frente à residência, no bairro Bela Vista, logo após a discussão. Um dos suspeitos teria desferido uma facada nas costas do presbítero. A arma do crime, uma faca artesanal cuja lâmina mede 30 centímetros, foi apreendida pela polícia.

O responsável pela delegacia de Rio das Antas, Cláudio Sanches, revela que um inquérito policial já foi instaurado para investigar o crime.

— Segundo informações prestadas pelas testemunhas em depoimento, o crime teria sido motivado por discussões religiosas.

Até o final de tarde desta segunda-feira, os dois suspeitos continuavam foragidos. Nesta terça, a polícia deve solicitar ao Judiciário um mandado de prisão preventiva da dupla, que deve responder por homicídio qualificado.



Com informaçõesVisite: Amigo De Cristo, Videos Amigo De Cristo

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Pastor Silas Malafaia critica pastores que não pregam a Teologia da Prosperidade !


Em entrevista a Revista Igreja de novembro de 2010 o pastor Silas Malafaia, da Igreja e programa de TV Vitória em Cristo, chamou os pastores que não pregam a teologia de prosperidade de idiotas que deveriam perder a credencial e voltar a ser membro para aprender as Escrituras.

Confira abaixo:

Revista Igreja: O senhor está sendo duramente criticado pelo setor mais conservador da igreja por causa da teologia da prosperidade pregada por alguns convidados de seu programa, como Morris Cerrullo e Mike Murdock. Como o senhor responde a estas criticas de que a teologia da prosperidade não tem base bíblica e é uma heresia?

Silas Malafaia: Primeiro quem fala isto é um idiota! Desculpe a expressão, mas comigo não tem colher de chá! Por que quando é membro eu quebro um galho, mas pastor não: é um idiota. Deveria até mesmo entregar a credencial e voltar a ser membro e aprender. Para começar não sabe nada de teologia, muito menos de prosperidade. Existe uma confusão e um radicalismo, e todo radicalismo não presta.

Em seguida o pastor da Igreja Vitória em Cristo defendeu a Teologia da Prosperidade e a si mesmo: “Finanças é um dos maiores assuntos da Bíblia. Quando chega nesta parte, muitos pastores, as vezes porque eles mesmos não dão dízimo e nem oferta e, portanto não tem autoridade para falar do assunto, querem bater em quem fala”.


 O comentário gerou uma intensa polêmica na internet. O Pastor Sênior da Igreja Bíblica Cristã de São Gonçalo – RJ, Alan Capriles, citou a tradução da Bíblia na linguagem de hoje, onde relata que Jesus disse “E quem chamar o seu irmão de idiota estará em perigo de ir para o fogo do inferno”, Mateus 5:22.

O curitibano Clauber Ramos falou sobre a nova polêmica: “Uma coisa engraçada dessa gente da prosperidade é que nenhum deles nos pedem para semear nosso dinheiro em obras de caridade, em ajudar meus vizinhos necessitados, em ajudar ONGs que fazem um bom trabalho comunitário, etc. A “benção” só é válida se eu semear no campo deles, coisa estranha isso” e completou: “Deus não olha minha oferta (seja em dinheiro ou não), Ele olha o meu coração, isto é muito claro na Bíblia. Ele vai olhar a minha generosidade, o meu amor pelo próximo, o quanto eu me compadeço com o sofrimento do outro… Ai sim creio que Deus tenha prazer em retribuir, mesmo que eu não mereça esta retribuição”.

Não é a primeira vez que o Pastor Silas Malafaia usa palavras desse tipo para rebater quem o critica, o mesmo já chamou internautas de “safados, bandidos, negos enrolados, invejosos” e outros adjetivos.




terça-feira, 4 de janeiro de 2011

CÂMARA VOLTA A PRESIDIR AD SJC


Desde o dia 17 de dezembro de 2010, os membros da Assembleia de Deus em São José dos Campos (SP) revesavam na segurança do templo para não deixar o ex-pastor Luiz Sellari e sua equipe invadirem o local. Foram oito tentativas de tomada de posse, feitas pelo antigo pastor, para cumprir a liminar que lhe foi concedida afastando o pastor Samuel Câmara por 90 dias da presidência da igreja. E ainda, instituindo uma junta presidida pelo pastor Sellari.

Na última tentativa de invasão do templo, dia 1º, por volta das 14h, o pastor Sellari e mais oito homens armados quebraram as vidraças das portas e janelas do templo.Os membros que estavam dentro do templo foram machucados com o estilhaço dos vidros e houve agressão fisíca, psicológica e emocional. O bando fugiu com a chegada da Polícia Militar. Os fiéis fizeram boletim de ocorrência. Em unidade o ministério eclesiástico e a membresia da AD em São José dos Campos decidiram instituir uma assembleia.

No dia 02, a Assembleia realizada pelos fiéis do templo sede da AD em São José dos Campos e líderes do campo eclesiástico três assuntos foram aprovados: a derrubada da junta diretora instituída pelo pastor Sellari, garantida na liminar; a aprovação de uma diretoria provisória escolhida pela igreja e a exclusão do senhor Antônio Luiz Sellari do corpo de membros da igreja. Mais de 3.500 assinaturas foram recolhidas na assembleia, o templo estava lotado e ao som de louvores o ambiente foi tomado por um clima de adoração a Deus.

Após a reunião foi feita uma junção de petição com documentos que comprovaram os atos de violência contra os membros e a ata com as assinaturas. "Aguardamos nesta segunda-feira, dia 03, que o juiz do processo avaliasse a nossa causa, após entregarmos toda juntada de petições e documentos. Não aguentamos mais as perseguições e tememos atos de violências mais graves" disse a advogada Nélsy Silva acompanhada da advogada Rutemeire Lorena, ambas membros da igreja, que comentou, "viemos perante ao juiz em defesa da igreja, pois temos uma escolha, queremos o pastor Samuel Câmara como nosso pastor e não aceitamos uma tomada de posse do templo a força".

Nesta segunda, dia 03, em manifesto pacífico na frente do Fórum da comarca em São José dos Campos os integrantes da igreja clamavam para serem ouvidos pelo juiz. Após a entrega das documentações por volta das 18h, o juiz do processo Daniel Toscano concedeu a revogação da liminar alegando que a decisão democrática dos membros da igreja está acima de qualquer vontade de bispo, pastor, padre, etc. Entendendo a vontade soberana do povo aprovaram o retorno do pastor Samuel Câmara à presidência da AD em São José dos Campos. Um fato inédito diante de todo o apoio de intervenção jurídica, financeira e ministerial que o pastor Luiz Sellari recebeu da Assembleia de Deus - Ministério Belenzinho, presidida pelo pastor José Welingthon, na capital de São Paulo e em São José dos Campos. Em diversas tentativas de tomada do templo a equipe de obreiros do Belenzinho acompanhou o pastor Sellari.

Os membros comemoraram a notícia. "Essa foi a maior prova do cuidado de Deus conosco e da força da igreja quando resolve lutar pelo que é justo e não aceita ser massa de manobra. Estamos felizes pelo retorno da paz que volta a reinar no nosso meio e não vemos a hora de adorar à Deus junto com o nosso pastor Samuel Câmara", declarou o membro e pastor auxiliar Shakespeare Carvalho.





Fonte: Amigo de Cristo

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Dente de 400 mil anos é encontrado em Israel


Fósseis de dentes de 400 mil anos pode mudar a teoria da evolução humana, segundo arqueólogos israelenses que o encontraram. Os pesquisadores da Universidade de Tel Aviv acreditam que os dentes seriam de seres humanos modernos, tornando o fóssil a mais antiga evidência da existência de um Homo sapiens.


A teoria aceita atualmente é a de que os Homo sapiens se originaram na África há cerca de 200 mil anos antes de se espalhar pelo mundo. Os fósseis de dentes foram encontrados durante as escavações da caverna de Qesem, um sítio pré-histórico encontrado em 2000 a 12 quilômetros ao leste de Tel Aviv, em Israel. A descoberta foi relatada em um artigo publicado na revista especializada American Journal of Physical Anthropology.
Paradigmas
Pesquisadores dizem que mais estudos são necessários. O coordenador do estudo, Avi Gopher, diz que mais pesquisas são necessárias para comprovar a teoria de seus pesquisadores, mas afirma que a descoberta tem o potencial de mudar o conceito da evolução humana.
"A datação da caverna mostra que a presença do Homo sapiens nesta parte do mundo é mais antiga do que as outras evidências que tínhamos até então", afirma Gopher. "Esta conclusão pode ser de grande importância, porque pode ser a primeira evidência para mudar alguns dos paradigmas que usamos em termos da evolução humana", diz o pesquisador.
A equipe da Universidade de Tel Aviv analisou os fósseis com raios-X e tomografias computadorizadas. A datação foi feita com base na análise da camada de terra na qual eles foram encontrados. Segundo a teoria aceita atualmente, os humanos modernos e os neandertais se originaram de um ancestral comum que vivia na África há cerca de 700 mil anos. Um grupo que migrou para a Europa se desenvolveu nos neandertais antes de serem extintos. Outro grupo, que permaneceu na África, teria gerado os seres humanos modernos, ou Homo sapiens.

Fonte: portal rg.com

Violência na Assembleia de Deus em São José dos Campos



Guerra na Assembleia de Deus em São José dos Campos membros entram em confronto e quatro pessoas ficaram feridas.
Igreja Assembleia de Deus, na rua Conselheiro Rodrigues Alves, no centro de São José dos Campos, foi invadida às 14h deste sábado por um grupo de oito pessoas armadas, que causaram bastante tumulto em frente ao templo.

Eles quebraram a porta da entrada (de vidro) e teriam agredido os fiéis que se opuseram à invasão. Quatro pessoas sofreram lesões leves e registraram boletim de ocorrência.
“Eu estava conversando com os irmãos quando os elementos armados entraram gritando: ‘Perdeu, perdeu! Vocês vão ter que sair da igreja’” – revelou o advogado Renato Alves de Souza, 42 anos.
O grupo liderado pelo antigo pastor, Antônio Sellare, estaria reivindicando o poder da igreja, ao qual teria renunciado em 2009, segundo o advogado Georges Salim Assad Júnior.
Assad representa o atual pastor da igreja, Samuel Câmara, que mora em Belém do Pará e vem a São José para presidir cultos semanais.

“Ele [o pastor Antônio Sellare] quer voltar para a igreja, apoiado por apenas 11 pastores, sendo que a igreja tem 500. Amanhã [hoje] faremos uma nova assembleia para que os fieis estabeleçam uma diretoria provisória, conforme manda o estatuto da igreja”, disse.
Outro lado

O pastor Sellare preside uma junta de pastores que julgou supostas irregularidades que teriam sido cometidas durante a gestão de Câmara, que deveria estar afastado da igreja.

De acordo com Sellare, o atual pastor está sendo processado por lavagem de dinheiro. “O estatuto da igreja diz que se o pastor estiver envolvido em operações que venham denegrir a instituição deve ser tirada uma junta de pastores e evangelistas do ministério para que os atos sejam julgados”, explicou.

Ainda segundo o pastor, “a justiça autorizou a junta a tomar posse, ainda que seja necessário o arrombamento”.

Ele admitiu ter contratado escolta armada para fazer a sua proteção porque ele estaria sendo ameaçado de morte por fiéis favoráveis à Câmara.

Sellare não admitiu as agressões. “Quando eu cheguei a porta já estava aberta”, disse.

Na semana passada os fiéis se recusaram a cumprir a determinação da justiça e um novo tumulto foi armado.
A questão envolve troca de acusações mútuas entre os dois grupos rivais. Segundo o pastor Raimundo Coelho Amaral, 42 anos, Sellare teria deixado um rombo de R$ 3 milhões nos cofres da igreja.
“Agora que o pastor Câmara pagou essa dívida eles querem retomar a igreja”, disse.
O advogado Georges Assad Júnior disse que a junta formada por Sellare não encontra respaldo no estatuto.
“É um artifício para ele voltar ao poder. A convocação dos membros não foi idônea porque não houve assembleia. Queremos que os fieis definam a nova junta, e é isso que vai acontecer amanhã”.

Veja outros artigos relacionado para entender o caso de tanta violência na Ad de São José dos Campos:

Guerra na Assembleia de Deus envolve denúncias de corrupção e vira caso de polícia e justiça