domingo, 20 de agosto de 2017

Nosso Credo



1) Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).

2) Na inspiração verbal da Bílbia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida eo caráter cristão (2 Tm 3.14-17).

3) Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal dentre os mortos e sua ascensão vitoriosa aos céus (Is 7.14; Rm 8.34 e At 1.9). 

4) Na pecaminosidade do homem que o destituiu da glória de Deus, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode restaurá-lo a Deus (Rm 3.23 e At 3.19).

5) Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus (Jo 3.3-8). 

6) No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor (At 10.43; Rm 10.13; 3.24-26 e Hb 7.25; 5.9).

7) No batismo bíblico efetuado por imersão do corpo inteiro uma só vez em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo (Mt 28.19; Rm 6.1-6 e Cl 2.12).

8) Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus no Calvário, através do poder regenerador, inspirador e santificador do Espírito Santo, que nos capacita a viver como fiéis testemunhas do poder de Cristo (Hb 9.14 e 1Pd 1.15).

9) No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo, com a evidência inicial de falar em outras línguas, conforme a sua vontade (At 1.5; 2.4; 10.44-46; 19.1-7).

10) Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme a sua soberana vontade (1 Co 12.1-12).

11) Na Segunda Vinda premilenial de Cristo, em duas fases distintas. Primeira - invisível ao mundo, para arrebatar a sua Igreja fiel da terra, antes da Grande Tribulação; segunda - visível e corporal, com sua Igreja glorificada, para reinar sobre o mundo durante mil anos (1Ts 4.16. 17; 1Co 15.51-54; Ap 20.4; Zc 14.5 e Jd 14).

12) Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo, para receber recompensa dos seus feitos em favor da causa de Cristo na terra (2Co 5.10).

13) No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis (Ap 20.11-15).

14) E na vida eterna de gozo e felicidade para os fiéis e de tristeza e tormento para os infiéis (Mt 25.46).

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Está chegando o Dia !!

    "Porque o dia do Senhor está perto, sobre todas as nações; como tu fizeste, assim se fará contigo; a tua maldade cairá sobre a tua cabeça". Obadias 15

           Com toda a certeza, você, amigo leitor que navega pela Internet, tem visto muito sobre este tema: o Dia do Senhor. Há diversos canais nas redes sociais como Youtube e Facebook, mencionando todos os dias a proximidade  de tal dia para a humanidade. Essa mensagem só não é pregada dentro das igrejas (não generalizando, é claro). Entendemos que a crise financeira está grande e que se houver a pregação expositiva da verdade que Jesus, O Cristo nos deixou, irá ocorrer uma boa defasagem nas contas de várias igrejas... mas isso é assunto para, quem sabe, outro dia.            
                       Obadias profetizou em um período de conflito em Israel. A separação de Jacó e Esaú foi o início de tudo há muitos anos atrás. Logo após essa separação dos irmãos, os descendentes de Esaú se fixaram em uma área ao sul do Mar Morto, denominada de Edom. Enquanto isso, os de Jacó, continuaram sua caminhada rumo a terra prometida, onde vieram a habitar Canaã e se tornar povo de Israel. 
                      Durante um período de 20 anos, os exércitos babilônicos atacaram e saquearam Jerusalém por algumas vezes. Os Edomitas, viram que estes ataques como uma oportunidade para a vingança contra seus parentes.Juntaram-se então aos exércitos babilônicos e ajudaram a profanar a terra de Israel. É neste contexto que Obadias profetiza. Os habitantes de Judá estavam subjugados, aninhados em meio aos escombros do que antes era sua cidade santa, lamentando seus mortos e a total destruição de Jerusalém .
                   Obadias lembra o povo de que Deus é Justiça e que não se esqueceria do seu povo e muito menos da maldade dos edomitas."Por causa da violência contra teu irmão Jacó, cobrir-te-á a confusão e serás exterminado para sempre". (v10). A violência contra o irmão Jacó, fez dos edomitas verdadeiros inimigos de Deus. 
                  Deus fala por diversas vezes sobre o "Dia do Senhor" através de Obadias e isso me remete às profecias que tratam sobre o encerramento do nosso tempo aqui neste terra. A expressão "Dia do Senhor", foi usada por alguns profetas com o significado de tempo e deve ser observado em algumas direções. Um destes aspectos demonstram um dos sentidos desta palavra,e, unindo-a a escatologia e trazendo a memória um destes aspectos: a segunda vinda de Cristo.
                  Querido leitor, a retribuição que Obadias faz menção no verso 15 é
real. Paulo, na Epístola aos Gálatas diz: "Não erreis. Deus não se deixa escarnecer, porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará" (Gl 6.7)
                  Estamos vivendo dias de verdadeira devastação espiritual. O Anarquismo, a relatividade e o sincretismo estão tomando cada vez mais espaço na "base bíblica" cristã. No Brasil, a apostasia é grande. Cristãos vivem seus dias como se o "Dia do Senhor" jamais tenha sido mencionado. Balbúrdias religiosas, esquisitices gospel, bíblias tendo seu teor alterado "à gosto do freguês".
                 Quero lembrá-los que Paulo disse em sua Epístola a Tito que "Deus não pode mentir". Assim como Ele fez com os Edomitas, fazendo-os colher o que plantaram com ódio e desprezo, também fará àqueles que ouviram sua voz e o recusaram, permitindo que colham aquilo que plantaram. 
                Tudo o que foi profanado será justificado e os profanadores pagarão seu preço. Há muitos defraudando as Escrituras, profanando a Palavra de Deus, levando muitos para o inferno. Muitos "cristãos" estão mais apodrecidos que os do "mundo", pregando um evangelho maculado, pisando na promessa que Jesus cumpriu na cruz do Calvário.
                Amados!!!  O Dia do Senhor está próximo! Abramos os nossos olhos, nos apeguemos a Ele, busquemos o conhecimento da "verdadeira verdade". Não permita que o espírito do edomitas habite seu coração! Não queira esperar o "Dia do Senhor" acontecer para querer mudar: com certeza você não gostará do que irá colher! 

Ósculos e Amplexos !